terça-feira, fevereiro 24, 2009

Isto sou eu a pensar

Se por um lado cheguei à conclusão de que a pornografia dos dias de hoje vai ser considerada arte daqui a cem anos, por outro questiono-me sobre a capacidade de um adulto instruir uma cria quando não quer que ninguém passe com uma criança à frente da capa de um livro porque tem medo que esta coloque perguntas inoportunas.

P.S. - Enquanto redigia este texto, fui reler esta notícia do Público, que exibe o quadro de Gustave Courbet em questão no incidente de Braga.
O Migas (6), sentado ao meu lado, viu a imagem e perguntou-me o que era. Passaram-se cinco minutos desde que lhe respondi e ainda não se transformou num monstro.

7 Comments:

Blogger Luna said...

Ao Migas não escapa nada - deu para perceber isso no Domingo. :)

fevereiro 24, 2009 5:06 da tarde  
Blogger Mad said...

Tenho mixed feelings neste assunto. Claro que é arte, claro que não é pornografia... mas é um bocadinho in your face. Não sei o que hei-de pensar.

fevereiro 24, 2009 7:25 da tarde  
Blogger Músico Guerreiro aka Melões said...

Ai, se as pessoas perdessem mais tempo com o que interessa... o que nao interessa sao os pais que se escondem detras dos filhos por assuntos que lhes criam desconforto.
A crianca, quanto mais pequena, mais ligeiramente assume a resposta. afinal, para uma crianca tudo e novo e aceita o desconhecido com a maior das naturalidades. Se nao o fizerem enquanto criancas, depois de grandes terao antos ou mais problemas do que os pais que sempre lhes fugiram as questoes "inoportunas"
beijos

fevereiro 25, 2009 1:32 da tarde  
Blogger Carlota said...

E a ti também não, Luna.

Bem, eu não tenho dúvidas nenhumas acerca do assunto, Mad, mas não pretendo dar lições de moral a ninguém.

O Migas assumiu a resposta bastante ligeiramente, como dizes, Melões. Exclamou: Que horror! e continuou a ver o Disney Channel.

Xi-cos aos três.

fevereiro 25, 2009 1:38 da tarde  
Blogger Miss Spring said...

Concordo plenamente com a tua atitude. Contudo tenho a notar que a pintura do Courbet se aproxima mais da representação anatómica do que da pornografia. E não acho que a pornografia de hoje será a arte de amanhã, senão estariamos muito mal parados hoje em dia, a visitar em museus os folhetins e panfletária erótica vária de 1909...

fevereiro 27, 2009 1:12 da manhã  
Blogger tsiwari said...

Lol

[é o único PS que me faz sorrir, nos dias que corrrem - e nas noites que voam!)

***

fevereiro 27, 2009 9:24 da manhã  
Blogger Carlota said...

Miss Springs, a especialista aqui és tu. Eu limito-me a expressar aquilo que sinto, formação artística inexistente à parte.

Tal e qual para o parêntesis, Tsiwari.

fevereiro 28, 2009 11:21 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home