terça-feira, abril 29, 2008

Recordações dos anos 80




O primeiro de uma felizmente longa série dos mais divertidos programas de sempre, da autoria do obrigada-por-teres-nascido Herman José.

Personagens como a Filipa Vacondeus com a sua Emilia, a Jaquina, o Nelito, o José Esteves (que era o de que menos gostava, já se adivinhava porquê), o Carlos Filinto Botelho e o Tony Silva, eram imperdíveis. Tal como o eram os anúncios e, claro está, o Diário de Marilu. E o que eu gostava da Marilu. Se calhar por causa de cenas como esta.

8 Comments:

Blogger 125_azul said...

Eu amava esta fase do Herman. Depois, mais recentemente, tornou-se parvo e pedante (claro que há por aí muito parvo e pedante que não tem um décimo dos méritos dele) e deixei de ter pachorra. Volta, Herman, estás perdoado!
beijinhos

abril 29, 2008 11:49 da manhã  
Blogger Armando S. Sousa said...

Por acaso o que eu mais gostava era o José Esteves (já se adivinhava porquê) mas o Tony Silva, é inesquecível.
O Herman José, foi, para mim, o melhor humorista português de todos os tempos, mas à longo tempo, que não lhe acho piada nenhuma.

Um abraço

abril 29, 2008 1:22 da tarde  
Blogger Pitucha said...

Eu é mais Maximiana, da Merdaleja! Mas já é posterior...
E também gosto do Bernardo teixeira da Cunha, tá a ver!
Beijos

abril 29, 2008 2:17 da tarde  
Blogger Sinapse said...

Eu é que era a fã nr 1 do Herman José!

abril 29, 2008 3:33 da tarde  
Blogger Melões Melodia said...

E a senhora condensa?
E a apresentadora?
Muito bom sem duvida!
beijos

abril 30, 2008 12:22 da manhã  
Blogger deep said...

Uma fase muito feliz da carreira do Herman... de hoje é melhor nem falar!

Boa semana. Bjs

abril 30, 2008 2:25 da manhã  
Blogger MRP said...

eu!…eu é que ….eu é que fui o fã nr 1 do Herman!

não tenho dúvidas de que os programas do Herman marcaram uma geração. mas hoje quando os revejo já não consigo achar assim tanta graça.

pelo contrário cada vez que revejo filmes como o Pátio das Cantigas ou o Leão da Estrela (vistos e revistos um bom milhar de vezes) continuo a adorar; ou quando ouço as histórias do Raul Solnado que continuo a achar fantásticas.

abril 30, 2008 9:29 da manhã  
Blogger Paulo Tomás Neves said...

Que boa recordação!
E como diria o Carlos Filinto Botelho: Um... bom... fim... de semana :-)

abril 30, 2008 12:57 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home