segunda-feira, janeiro 15, 2007

Ah, os homens...


Desde que cheguei à blogosfera, tenho sido surpreendida pela forma como alguns homens se apresentam ao leme dos seus blogs. Nunca a mim me espantou que as mulheres aderissem facilmente à escrita blogosférica porque, como mulher que sempre viveu a escrever, para mim a escrita é inerente à feminilidade. Mas os homens… ah, os homens!... Sempre achei que nunca teriam nenhuma sensibilidade para escrever sobre si próprios e a realidade que os rodeia (os chamados porcos insensíveis) ou, a fazê-lo, seriam demasiado lamechas (os conhecidos pieguinhas). E com isto concluía que blog de homem só aquele que fosse a extensão/promoção da carreira profissional, de cariz técnico ou exclusivamente dedicado à política ou ao futebol.

Foi com satisfação que descobri que andava completamente enganada. A blogosfera foi invadida por uma série de curiosos arejados, despretensiosos e descomplexados, que não têm problemas em escrever sobre o que lhes vai na alma e que conseguem fazê-lo sem pieguice. Na maioria dos casos, cumulam com todas estas qualidades um sentido de humor apurado, que - e isto é muito importante!!- lhes permite não se levarem excessivamente a sério. É que não há nada mais perigoso do que um homem que só se leva a sério.

São os blogs destes homens que eu gosto de ler, pois tal como na vida atmosférica, não tenho a menor pachorra para aqueles chatos que passam a vida a ensaiar os seus talentos, a falar sobre os aspectos técnicos do seu trabalho, a divagar acerca da política e/ou, pior ainda, a comentar jogadas de futebol ou a comparar as tabelas da classificação dos campeonatos da primeira liga nos meses de Dezembro dos últimos vinte anos. E isto só a título de exemplo porque a minha paciência é, de facto muito, muito limitada.

Estes homens também se portam com dignidade nas caixas de comentários. Nas dos seus blogs, nas dos outros e, sobretudo, nas das outras. Contudo, verifica-se que nas suas caixas, não pululam muitos comentários dos seus pares. A não ser que os assuntos abordados sejam, lá está, técnicos, políticos ou de cariz desportivo. Ou seja, a coisa só funciona em casa. Quando comentam fora, estes bloggers têm maioritariamente tendência a dar uma de porco insensível, sob pena de serem considerados pieguinhas.

Bem vistas as coisas, não é nada diferente do que se passa na vida na atmosfera...

N.A. - Há uma séria possibilidade de eu dar continuidade a este tema, atendendo a que acho supimpa escrever sobre ele. É o chamado loads of fun.

8 Comments:

Blogger Pitucha said...

A imagem que acompanha este post, está divinal!
Beijos

janeiro 15, 2007 11:04 da tarde  
Blogger Carlota said...

Obrigada, Pitucha. Podia dizer que foi por causa dela que decidi escrever o post, mas não foi bem por isso. Foi quase. :)
Beijola.

janeiro 15, 2007 11:20 da tarde  
Blogger Nelson Reprezas said...

Logo hoje que eu ia escrever um post sobre política e outro sobre a protecção integrada do morangueiro...
Contive-me, claro. Tentarei não desmerecer os teus gostos e preferências, pois se há coisa que não suporto é uma mulher de gostos freados e preferências condicionadas.
Mas sabes? Gostei do teu post. Peca, no meu entender por uma clara tonalidade hipermarcante da invulnerabilidade feminina às coisas comesinhas com a política ou o futebol. Reflecte ainda aquele complexozinho de superioridade perante o macho que faz da mulher um ser pensante, ao invés do homem, retratato mais ou menos no boneco com que ilustras o post. Mas fica-te bem. A ti e todas as mulheres. Que seria de vocês se não tivessem estes pecadilhos que vos enfeita o colo e nos enfeitiça o ourelo? :)
Fico a aguardar os fascículos seguintes. Entretanto vou postar lá no Espumadamente uma foto mais ou menos em harmonia com o boneco que publicas e que ilustra bem, também, o que dizes.
E agora vou ali ver o Académica Benfica :)
Beijola

janeiro 16, 2007 12:31 da manhã  
Blogger jg said...

Querida Carlota,
Leio o teu último post, afiambro-me para te dar uma resposta à altura, carinhosamente claro, e o "espumante" tira-me o pãozinho da boca...
Não se faz. Está dito, está dito.
O "espumante" falou e eu assino de cruz.
Vou ficar à coca para ver a tua capacidade de encaixe!

janeiro 16, 2007 1:25 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

HMMMM (tom pensativo). Dá continuidade a este tema sim, como homem acho-o muito interessante.

Eu conheço bem essa imagem. A continuação é a parte em que a tampa lhe cai em cima do johnsonzinho... Ai

janeiro 16, 2007 9:59 da tarde  
Blogger Carlota said...

Espumante, desculpa-me por ter-te coarctado a veia postática. Mas acho que o post que substituiu aqueles de que falas valeu a pena! ;)
Quanto ao pecado de que falas, não é mortal, pois não?... ;)
Mas tens razão quanto a essa invulnerabilidade da maioria das bloggers, que, por acaso, também é espelhada no país real. (Claro que cresce o número de mulheres na política, mas as famigeradas quotas explicam-nos porquê.)
Já quanto ao complexo de superioridade, discordo. Mas só porque, para mim, essa superioridade é uma evidência. Com excepções, é claro, mas tenho-a como uma evidência.

Bem vindo ao Lote J, JG!
Acho que o Espumante não se vai importar se lhe tirares as aspas. :)
Quanto ao meu poder de encaixe, é como vês. Pacífico, mas limitado. :)
Boa sorte para o teu!

Obrigada pelas tuas palavras de alento, Bratt. Estou a pensar a sério na continuidade, mas não para já. E! :)

Beijolas aos três.

janeiro 16, 2007 11:16 da tarde  
Blogger asdrubal tudo bem said...

sabes que eu ja escrevi uma vez sobre a aus~encia de comentários de homens em blogs de homens
http://maisvalericoecomsaudequepobreedoente.blogspot.com/2007/01/porque-ser.html

mesmo depois disto não cheguei a nenhuma conclusão. ou será que cheguei? nem sei bem.

janeiro 18, 2007 4:57 da tarde  
Blogger Periférico said...

Resumindo: Os homens inspiram-te e dão "loads of fun" à tua escrita!;-)

Já não é mau!;-)

Beijos

janeiro 18, 2007 5:24 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home