terça-feira, setembro 16, 2008

O efeito perverso da cafeína


A Leonor, que anda ultimamente a dedicar-se ao registo de pensamentos matutinos, publicou um poster cuja frase me assenta como uma luva. É que a salada e os iogurtes ficam em cima do balcão da cozinha, as chaves do carro dentro de casa depois de já ter saído e ligado o alarme, o carro arrumado na garagem do trabalho no sítio do qual ao fim do dia já nem desconfio... enfim, logo de manhã consigo fazer uma série de habilidades a pensar que o café me acordou. Como se houvesse milagres!

8 Comments:

Blogger AnaD/FG said...

Mas há que ver o lado positivo ... como seria sem o café?!

No meu caso, medo ... muito medo!

setembro 16, 2008 11:22 da manhã  
Blogger espumante said...

Estou aqui a "decidir" se gosto mais de ti a postar se a comentar. Aqui está um excelente tema de tese... Carlota postadora ou Carlota comentadora? Desde que não mergulhes a cabeça em gel e deixes falar os outros, tudo bem.
Voltando á vaca fria (quer-se dizer, isto saiu mal mas agora já está...), Carlota postadora. Mainada.
E quanto ao café. Verdadeiramente, o que me dá nervos não é o café. São as pessoas que a partir das cinco da tarde me começasm a falar dos malefícios da cafeína e quantas horas de insónia têm por causa do café, entenda-se, pessoas que só podem beber café até às 16:59 de cada dia. A partir daí... caldo entornado.
O café para mim perdeu metade do interesse... tomo café, mas sem o complemento do cigarro dá-me logo para cantar a Calcanhoto "Avião sem asa..." etc.,etc.. Pode ser mania mas cá para mim, quem inventou o café era fumador. Só pode...
Beijolas nicotinó-cafeinícolas
:)

setembro 16, 2008 12:33 da tarde  
Blogger leonor said...

Que seria a vida sem café? Já viste o post que perdias? ;-)
Beijoquinhas

setembro 16, 2008 4:10 da tarde  
Blogger jg said...

Não há milagres?!! Ai não que não há...
Bem, também pode ser só ilusionismo.
Mas de que o erário público desaparece sem deixar rasto, é que não há a menor dúvida.
Será que isto explica o facto de haver quem, qd em período de férias em terras lusas, mal poise em solo pátrio só pense em dar novamente de frosques?!!

setembro 16, 2008 5:01 da tarde  
Blogger Miss Spring said...

uff... como eu te entendo... nervosismo e rapidez mas por vezes pouca lucidez! o mal das manhas... :)
bjs!

setembro 16, 2008 6:20 da tarde  
Blogger Eumesma said...

Provavelmente se não o bebesses, nem terias condições para acordar e fazer essas habilidades...

Nada é perfeito na vida...:-)

setembro 16, 2008 9:04 da tarde  
Blogger Belém said...

Também ando há muitos anos iludida :(

setembro 17, 2008 4:34 da manhã  
Blogger Carlota said...

Bem, no meu caso,Ana, seRia com uma valente enxaqueca, que é normalmente o que me acontece quando não bebo café.

Espumante, tu tens dias em que o Espumante-comentador segue de muito, muito perto o Espumante-postador. Essa da comparação que fizeste com a canção da Adriana Calcanhoto foi excelente!

Pois era, Leonor. E o que teria sido o dia sem o teu post?

JG, esse teu comentário foi verdadeiramente aglutinador!

Depreendo que também és alérgica a elas, como o Snoopy, Miss Springs. É um mal bastante generalizado.

Talvez, Anabela? talvez...

Mas olha, Belém, é uma ilusão benigna. Com estas podemos bem!

Xi-cos a todos.

setembro 17, 2008 10:19 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home