domingo, junho 28, 2009

Visão empresarial


Neste país, não há vassouras de jeito. Só encontro daquelas tipo escova, que à terceira varridela já nos fazem sentir cãibras em todos os músculos da parte superior do corpo. Ou então daquelas de bruxa, prontas a montar e a levantar voo ao som de estridentes gargalhadas de malvadez.

Estou a pensar seriamente em abrir uma empresa de importação de vassouras portuguesas para a Bélgica.

Etiquetas:

8 Comments:

Blogger AnaD/FG said...

Nem uma viledazinha?? tsss

junho 28, 2009 8:57 da tarde  
Blogger Carlota said...

Nada.

junho 28, 2009 9:28 da tarde  
Blogger Claudette Guevara said...

Estou para aqui a pensar como seria a minha vassoura. É que sinceramente não me lembro!

junho 29, 2009 12:06 da manhã  
Blogger rafaela said...

Temos negócio =)

junho 29, 2009 10:30 da manhã  
Blogger jg said...

Considero esta postagem uma tentativa de sabotagem política.
Não sabe a menina que estamos à beirinha de duas eleições e que precisamos varrer esta lixeira todinha?!

junho 29, 2009 11:05 da manhã  
Blogger Carlota said...

És uma rapariga cheia de sorte, Claudette. Isso quer dizer que nunca pegas nela!

Yap, Rafaela!

Para isso, são muito mais eficazes umas retro-escavadoras e uns rolos compressores, JG. Não me arruínes o negócio das vassouras!

junho 29, 2009 3:11 da tarde  
Blogger Leonor said...

Ó Carlota, rapariga, estou preocupada contigo! As coisas que te precoupam, valha-me Deus ;-)

julho 04, 2009 12:22 da manhã  
Blogger Carlota said...

Então, Leonor, não vou preocupar-me com as mazelas que me causam as vassouras belgas? :))

julho 06, 2009 3:42 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home