quarta-feira, setembro 24, 2008

Ditaduras de trazer por casa

Há quem faça modas na blogosfera. Recentemente, por exemplo, uma das rainhas, que há uns anos atrás idolatrava a Madonna, decidiu que isso agora já não estava na moda. Logo a corte se lhe seguiu: Madonna? Qu'horror! Já não se aguenta!, Quê? Fica ridícula a colar-se ao Timberlake para conquistar o público mais jovem... Concluindo, esqueceram-se rapidamente de como tinha sido divina no tempo dos beijos na boca a Britney Spears e a Christina Aguilera! A memória prega-nos rasteiras.

Eu própria tenho sérios problemas de memória, mas com a Madonna sempre fui mais ou menos coerente: gosto dela moderadamente e até gosto q.b. das músicas que faz. Sozinha ou acompanhada. Este último tema, em dueto com o inexplicavelmente adorado, o piroso Justin Timberlake, é bastante boa. Acho eu.



4 Comments:

Blogger pensamentosametro said...

Pois anda muito por aí quem queira agradar a gregos e troianos e depois a memória é fraca e coiso e tal.

Quanto à senhora em questão nunca me atraiu grandemente, tenho pouca pachorra para primadonnas, no entanto não descarto uma ou outra melodia que me sorria à orelha.

Bjos


Tita

setembro 24, 2008 1:18 da tarde  
Blogger NoKas said...

Gosto da Madonna! Não, ela não é um "Mozart", mas acho-a extremamente inteligente, flexível, excelente empresária de si mesma!!! Eu tenho uma grande admiração por esta senhora! É uma grande senhora do espectáculo! Não tem voz nenhuma de jeito e no entanto mexe-se (literalmente) bem no mundo da música. Não lhe compro os CDs, mas oiço-a e frequentemente até bato o pé! E naqueles dias cinzentos até dá ânimo!

setembro 24, 2008 5:47 da tarde  
Blogger Carlota said...

Há modas que são mesmo uma praga, Tita.

Grande verdade, Nokas: não tem nenhuma voz de jeito. Estou perfeitamente de acordo. Mas, mesmo assim, é a rainha da pop.

Xi-cos.

setembro 25, 2008 10:06 da manhã  
Blogger jg said...

A ditadura de trazer por casa. Trocadilhos impossíveis de evitar.

setembro 25, 2008 5:01 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home