quinta-feira, abril 17, 2008

A minha colecção de coisas irritantes


Os estudos. Os estudos em geral. E as notícias feitas com base neles. Sobretudo naquela parte em que depois de nos dizerem uma enormidade qualquer, frisam bem que a conclusão foi retirada de um estudo, o que significa, tão-só, isto é estúpido, bem sabemos, mas não fomos nós que inventámos.

Exemplos? Muitos. Demais. Entre outros, de gosto mais ou menos duvidoso, há aquele em que concluiram que as mulheres são mais sensíveis à dor do que os homens, o que diz que os homens são menos sensíveis à piada e o que afirma que os homens baixos são mais ciumentos do que os homens altos. Há ainda o caso da notícia avançada pelo Expresso online dizendo que, lá está, segundo um estudo, a selecção portuguesa não passará a fase de grupos no Euro-2008, competição que, por seu turno, será ganha pela República Checa(*).

Apesar de apenas servirem para encher chouriços, as notícias sobre estudos são muito frequentes hoje em dia. Haja sabedoria para não perder tempo com elas.




(*) Tenho de confessar que apesar de esta notícia ter sido a gota de água que me levou a escrever este texto, estou-me consideravelmente nas tintas para o desempenho da selecção portuguesa de futebol ou para quem quer que seja próximo campeão da Europa.


Imagem: daqui.

4 Comments:

Blogger NoKas said...

A minha experiência diz-me que qualquer mulher supera mil vezes melhor a dor que qualquer marmanjo de 2m e 100Kg! Era vê-los a fazer a depilação... Isto lembrou-me a Luna e a divagação acerca das carequices! :p

abril 17, 2008 2:14 da tarde  
Blogger MRP said...

entao e nao conheces aquele estudo sobre as pessoas que se irritam com os estudos...?

abril 17, 2008 2:22 da tarde  
Blogger Carlota said...

Concordo, Nokas. Sobretudo nessa parte da depilação.

Felizmente, MRP, não!!!
:)

Beijolas aos dois.

abril 17, 2008 2:51 da tarde  
Blogger Paulo Tomás Neves said...

E é preciso vincar que este texto foi feito com base num estudo dos estudos :-)

abril 18, 2008 5:05 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home